:: O Deus-amigo ::

"Já não os chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz. Em vez disso, eu os tenho chamado amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes tornei conhecido."
João 15.15

--
"A gente não faz amigos; reconhece-os" - diz a frase que, de tão popular, não me arrisco a enunciar seu autor. Acredito piamente na verdade nela descrita. A arte da amizade está mais em encontrar, reconhecer e apreciar um amigo que já existe, mas que você ainda não conhece, do que propriamente criar, do nada ou com a mistura dos ingredientes certos - e uma boa dose de perseverança -, um ser com quem se tem afinidade. Amizade não é receita de bolo, simplesmente por não existirem receitas capazes de gerar uma boa amizade. Amizade é, por assim dizer, a arte de aprender a reconhecer e apreciar amigos que já eram nossos antes de ser. Amizade é empatia, sintonia de almas, harmonia de propósitos que já existiam no cosmos e, um belo dia, pelo propósito divino, se encontraram. Reconhecer um amigo é, portanto, encontrar um tesouro que já existia, mas que você não sabia onde se encontrava.

Logicamente, que o diga o Facebook, a amizade não está na quantidade de pessoas que você conhece, mas sim na quantidade de pessoas que você, como amigo, é capaz de reconhecer. E não existe melhor momento para reconhecer verdadeiros amigos do que nos momentos de adversidade. Quando tudo na vida fica escuro e muda de lugar, os amigos se fazem reconhecer, pois o seu brilho está em não se deixarem levar pela volatilidade das circunstâncias.

Talvez esteja aí uma boa definição de amigo: amigo é aquele que, quando tudo muda, não muda com você. Amigo é aquele que, quando tudo fica escuro, brilha pra você. Amigo é quem, mesmo quando as situações da vida se voltam contra você, insiste em permanecer ao seu lado. Amigo é quem, quando a vida te machuca, sente a sua dor e chora a sua lágrima. Amigo é quem em amor até discorda de você, mas está sempre aberto a te ouvir e a te entender. Amigo é quem te compreende sem nenhuma explicação, porque sabe quem você é no íntimo. Amigo é quem te confidencia planos e se alegra quando você lhe confidencia os seus. Amigo não manipula fatos... amigo que é amigo rasga o coração.

Se, por um lado, amigos são reconhecidos pela sua constância inabalável nas adversidades, por outro, sou levado a crer que amigos que mudam de comportamento ao sabor das circunstâncias, no fundo, nunca foram amigos de verdade. Se, quando tudo fica escuro e muda de lugar, o "amigo" também se apaga e muda com você, estamos diante de uma pessoa que provavelmente nunca foi sua amiga, mesmo sempre tendo aparentando ser. Se vestia de amigo, se comportava como amigo, mas amigo nunca foi. Assim como a frase que diz que ninguém faz amigos, mas reconhece-os, ouso dizer que ninguém perde amigos, mas apenas reconhece falsas amizades...pois ninguém pode perder o que de fato nunca foi seu. Se você, como eu, já se decepcionou nessa área, não sofra: o amigo que se vai apenas nos mostra que de fato nunca o foi.

Talvez amigo seja esse alguém que nunca se vai; que carrega em si a marca da imutabilidade divina; que nos faz lembrar de um dos atributos de Deus. Tudo pode mudar; Deus não muda. Tudo pode passar; Deus permanece. Se muda, se passa, não é Deus. Se muda, se passa, não é amigo. Nunca foi!

Jesus, o Deus-amigo, é a perfeita encarnação da amizade.

Quando tudo na vida muda de lugar, Cristo não muda com você. Antes, insiste em permanecer ao seu lado.
- Mesmo diante dos seus pecados, Deus insiste!
Quando tudo e todos se voltam contra você, Jesus te segura pela mão.
- Deus é nosso advogado!
Quando a vida te faz chorar, Jesus chora junto com você.
- Deus sabe o que é sofrer!
Quando ninguém mais quer te ouvir, Cristo é ouvidos para você.
- Deus tem prazer em ouvir o que Ele já sabe que você quer falar!
Quando todos exigem explicações, Cristo te abraça e diz: "meu filho, eu te amo".
- Deus te compreende sem nenhuma explicação!
Quando pessoas próximas se afastam de você e manipulam fatos e informações, Cristo vem e confidencia a você os seus santos propósitos.
- Deus já não te chama mais de servo, mas de amigo!

Por isso, da próxima vez que tudo girar ao seu redor e ficar fora de lugar, lembre-se: é na mudança das coisas que Cristo, o Deus-amigo, se faz reconhecer, pois o seu brilho está em permanecer o mesmo, sempre ao seu lado, sem nunca mudar ou apresentar sombra de variação. Lembre-se da Cruz, lembre-se da ressurreição. A maldição da humanidade sobre os ombros do Salvador não foi capaz de desanimá-lo, nem a morte capaz de afastá-lo. Quando tudo estava prestes a mudar, Deus mudou a mudança. Quando o mundo se movia contra você, Deus entrou na história e moveu o mundo só pra te alcançar. Quando tudo estava prestes a morrer, o Autor da Vida matou a morte e te deu o melhor presente que um amigo poderia te dar.

Jesus: Deus-amigo, Deus-comigo, Deus em mim.

Por Fernando Khoury 

*SIGA NO FACEBOOK: Blog Facebook e Fanpage


| edit post
Reações: 
  • Ocorreu um erro neste gadget

    :: NEWSLETTER ::

    Cadastre seu email e fique atualizado sobre novas postagens:

    É grátis!

    :: SEGUIDORES ::

    :: ÚLTIMAS ::

    FAÇA SUA PARTE!

    diHITT