:: Vento ::

“O vento sopra onde quer, você escuta o seu som, mas não sabe de onde vem, nem para onde vai; assim ocorre com todos os nascidos do Espírito.”
João 3.8
"Assim como tu não sabes qual o caminho do vento, nem como se formam os ossos no ventre da mulher grávida, assim também não sabes as obras de Deus, que faz todas as coisas."
Eclesiastes 11:5
--

Misterioso vem o vento e, sem pedir licença, muda tudo de lugar.
Vento, sem muda o misterioso. pedir e licença tudo de lugar vem,

- Confusão. Dúvida. Vazio. Insegurança.

Imprevisível, o vento vem
Desarruma minhas frases feitas, balança os galhos secos, arranca as folhas gastas
E sacode a poeira do que sobrou de mim.

Subversivo, o vento sopra
Bagunçando minha ordem e organizando a minha bagunça.

Impetuoso, o vento chega
Abalando minhas seguranças e se ancorando em minhas angústias.

Pleno, o vento invade
Enchendo-me do que estou vazio e esvaziando-me do que cheio estou.

Livre, o vento atrai
Fazendo cair o que em pé coloquei e levantando-me do chão quando ferido me prostrei.

- Bálsamo. Esperança. Sentido. Paz.

Eu, homem feito, que me via vivendo com medo da morte
Senti o vento do Espírito chegar para mudar minha sorte.
Como brisa, me visitou
Em vendaval, me desorientou
Para sempre.

Graças ao Pai,
Pelo sangue de Cristo, o vento veio
Soprou, suavemente chegou,
Invadiu
Atraiu
E nunca mais saiu.
Deus decidiu morar em mim.

Graças ao Pai,
Com a ressurreição do Filho, o vento veio
Soprou, suavemente chegou,
Invadiu
Me atraiu
Me desfez, me refez... nasci de novo!
E tudo novo se fez.

O vento veio
Soprou, suavemente chegou,
Invadiu
Me atraiu
Me desconcertou
Nada ficou no lugar, nada nunca mais foi o mesmo.
Inclusive eu.

Por Fernando Khoury

*SIGA NO FACEBOOK: Blog Facebook e Fanpage



| edit post
Reações: 
  • Ocorreu um erro neste gadget

    :: NEWSLETTER ::

    Cadastre seu email e fique atualizado sobre novas postagens:

    É grátis!

    :: SEGUIDORES ::

    :: ÚLTIMAS ::

    FAÇA SUA PARTE!

    diHITT