:: A parábola do pastor perdido :: (releitura livre de Lucas 15.1-6)

“Todos os marginalizados da sociedade estavam se reunindo para ouvir Jesus.

Mas os líderes religiosos, que se achavam santos, únicos portadores da Palavra e inerrantes no cumprimento religioso de seus rituais espirituais, o criticavam, dizendo: 'Este homem recebe pecadores e até come com eles!'.

Então Jesus lhes contou essa parábola:

'Qual de vocês que, possuindo cem ovelhas, e perdendo-se no caminho, assume o seu erro e se permite ser corrigido por uma de suas ovelhas, e vai atrás de si mesmo, até se encontrar novamente, ainda que as outras noventa e nove o apoiem?

E quando se encontra, coloca-a alegremente nos ombros, dá-lhe um abraço e volta para casa. Ao chegar, reúne seus amigos e vizinhos e diz: 'Alegrem-se comigo, pois uma das minhas ovelhas estava lúcida e me ajudou a me reencontrar em minha perdição’.

Eu digo que, da mesma forma, haverá mais alegria no céu por uma ovelha lúcida que leva o seu pastor a se arrepender do que por noventa e nove ovelhas cegas que se omitem e acompanham o seu pastor em sua perdição."


Na apócrifa e hipotética parábola acima, a ovelha teve coragem de se posicionar, não saiu frustrada e decepcionada com a igreja e tampouco lhe passou pela cabeça virar uma 'desigrejada'. O pastor, por outro lado, não ficou preso em seu orgulho ferido e sequer amaldiçoou a ovelha 'rebelde', mas, pelo contrário, soube ouvir a crítica e reconhecer seu erro...

Infelizmente, ovelhas e pastores desse tipo não costumam ser facilmente encontrados no mundo real.

Por Fernando Khoury
Marcadores: | edit post
Reações: 
  • Ocorreu um erro neste gadget

    :: NEWSLETTER ::

    Cadastre seu email e fique atualizado sobre novas postagens:

    É grátis!

    :: SEGUIDORES ::

    :: ÚLTIMAS ::

    FAÇA SUA PARTE!

    diHITT