:: O Natal e os pássaros ::



"E darás à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados."
Mateus 1:21
Deus fala o tempo todo. Os atentos ouvem. Os observadores veem. Mas há aqueles - e são muitos - que, mesmo ouvindo, não entendem; mesmo vendo, não enxergam. São os surdos portadores da pior surdez: a que não quer ouvir. São os cegos que carregam consigo a pior cegueira: a que se nega a ver.

A nossa civilização nos ensinou a dar valor apenas àquilo que nossos olhos podem ver. Nos acostumamos a ter como verdadeiro apenas aquilo que nossas mãos podem tocar. Como se uma simples centelha do material pudesse encobrir o incandescente fogo do espiritual. Como se a luz transitória do visível fosse capaz de ofuscar o brilho eterno do invísivel. Não é à toa que, no mundo em que vivemos, Deus anda muito esquecido por nós.

Não façamos de mais um Natal uma mera troca de presentes. Nem achemos que o Natal é uma época em que as pessoas estão mais amorosas por causa do "espírito natalino". O Natal é muito mais que isso.

Que, neste Natal, possamos dar mais valor àquilo que os nossos olhos não podem ver. Que resgatemos em nossos corações a verdadeira essência do Natal: Jesus Cristo nasceu para morrer por cada um de nós e, assim, nos reconciliar com Deus e nos dar a vida eterna.

Não deixe de ler a história de Natal abaixo. É de autoria desconhecida, e muito pouco difundida. Contudo, revela de forma simples e profunda uma das maiores verdades sobre o Natal.

Feliz Natal e um 2013 cheio das boas surpresas vindas daquele que amou o mundo de tal maneira que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Obrigado por todos que acompanham assiduamente o Blog,

Fernando Khoury

------------------------------------------------------------

Certo homem, chamado Mogo, costumava olhar o Natal como uma festa sem o menor sentido.

Segundo ele, a noite de 24 de dezembro era a mais triste do ano, porque muitas pessoas se davam conta de quão solitárias eram, ou sentiam muito a ausência da pessoa querida que não esteve presente durante o ano.

Mogo era um homem bom.

Tinha uma família, procurava ajudar o próximo, e era honesto nos negócios.

Entretanto, não podia admitir que as pessoas fossem ingênuas a ponto de acreditar que um Deus havia descido à Terra para consolar e salvar os homens. Mogo não conseguia acreditar em Jesus.

Sendo uma pessoa de princípios, não tinha medo de dizer a todos que o Natal, além de ser mais triste que alegre, também estava baseado numa história irreal.

- Um Deus se transformando em homem.

Como sempre, na véspera da celebração do nascimento de Cristo, sua esposa e seus filhos se prepararam para ir à igreja.

E, como de costume, Mogo resolveu deixá-los ir sozinhos, dizendo:
- Seria hipócrita da minha parte acompanhá-los.

Estarei aqui esperando a volta de vocês.

Quando a família saiu, Mogo sentou-se em sua cadeira preferida, acendeu a lareira, e começou a ler os jornais daquele dia.

Entretanto, logo foi distraído por um barulho na sua janela, seguido de outro… e mais outro.

Achando que era alguém jogando bolas de neve, Mogo pegou o casaco para sair, na esperança de dar um susto no intruso.

Assim que abriu a porta, notou um bando de pássaros que haviam perdido seu rumo por causa de uma tempestade, e agora tremiam na neve.

Como tinham notado a casa aquecida, tentaram entrar, mas, ao se chocarem contra o vidro, machucaram suas asas, e só poderiam voar de novo quando elas estivessem curadas.

“Não posso deixar essas criaturas aqui fora”, pensou Mogo. “Como ajuda-las?”

Mogo foi até a porta de sua garagem, abriu-a e acendeu a luz.

Os pássaros, porém, não se moveram.

“Elas estão com medo”, pensou Mogo.

Então, entrou na casa, pegou alguns miolos de pão, e fez uma trilha até a garagem aquecida.

Mas a estratégia não deu resultado.

Mogo abriu os braços, tentou conduzi-los com gritos carinhosos, empurrou delicadamente um e outro, mas os pássaros ficaram mais nervosos ainda – começaram a se debater, andando sem direção pela neve e gastando inutilmente o pouco de força que ainda possuíam.

Mogo já não sabia o que fazer.

- Vocês devem estar me achando uma criatura aterradora - Disse, em voz alta.
- Será que não entendem que podem confiar em mim?

Desesperado, gritou:
- Se eu tivesse, neste momento, uma chance de me transformar em pássaro só por alguns minutos, para conseguir me comunicar com vocês, vocês veriam que eu estou realmente querendo salvá-los!

Neste momento, o sino da igreja tocou, anunciando a meia-noite.

Um dos pássaros transformou-se em anjo, e perguntou a Mogo:
- Agora você entende Mogo, por que Deus precisava transformar-se em ser humano, na pessoa de Jesus de Nazaré?
Marcadores: | edit post
Reações: 
9 Responses
  1. dida Says:

    nossa...maravilhoso!!! adorei!!!
    bjuxxx


  2. concentrado Says:

    Parabéns pelo artigo, vc está coberto de razão vamos esquecer um pouco desse oba oba, e olhar verdadeiramente para o motivo de tudo isso. Jesus Cristo


  3. Bela postagem parabéns

    Abraços e Feliz Natal


  4. LISON Says:

    Saudações Natalinas!!
    Amigo Fernando!
    Que Post Fantástico!

    Um história linda e profunda que vale a pena reler dezenas de vezes...
    Obrigado por compartilhar conosco!
    Parabéns pelo excelente Post!
    Abraços fraternos,
    LISON.


  5. OLá graça e paz , estou dando uma passadinha e gostei muito do blog e seu conteúdo. Se quiser nos visitar será uma alegria. Um 2010de renovo do amor do Senhor em seu coração e de muitas conquistas em Deus.
    blogdamulhercrist.blogspot.com


  6. bruno Says:

    interessante qndo a gente se confronta com nosso egoísmo né? parabens pelo post e que Deus o inspire mais ainda nesse 2010! tamu junto!


  7. maximumforma Says:

    Meu seu blog é espetacular show, not°10 desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua familia
    UM grande abraço e tudo de bom
    Ass:Rorigo


  8. É para mim uma grande alegria, acessar ao seu blog e ver o que escreve, continue a ser uma benção, e a escrever sempre mensagens de amor e esperança e de edificação, aproveito a convidar para fazer parte de meus amigos virtuais na Verdade Que Liberta. Mas queria pedir-lhe que siga de forma a eu poder seguir também seu blog. Deixo um faterno abraço e um desejo de um Ano Novo cheio de graça amor e paz, e que se possa lembrar sempre que o próximo precisa de si.


  9. Como a algum tempo que não fazia uma visita, hoje resolvi ver o que está a escrever.É o anseio da minha alma que Jesus seja consigo, e encaminhe seus passos pela vereda da justiça. E que Ele cresça na sua vida de maneira que seja visto pelas pessoas que rodeiam sua vida, que o amor de Jesus fortaleça sua vida, e seja como um rio transbordante. Também resolvi dizer-lhe que embora não te conheça mas em Cristo te amo, e continue a ser luz. Um abraço.


  • Ocorreu um erro neste gadget

    :: NEWSLETTER ::

    Cadastre seu email e fique atualizado sobre novas postagens:

    É grátis!

    :: SEGUIDORES ::

    :: ÚLTIMAS ::

    FAÇA SUA PARTE!

    diHITT