:: Depois do Vazio ::
Eu já olhei pro céu e não vi o sol
Já me senti só no meio da multidão
E passei frio dentro de um vulcão

Já ouvi, e não escutei
Olhei, e não enxerguei
Senti um vazio que não acabava

Quantas noites eu deitei sem saber o que fazer?
Quantas lágrimas chorei sem ter nada pra dizer?
Quantas vezes eu corri, pra depois ter que voltar?
Quantos amigos já perdi por ter falado sem pensar?

Mas quando o dia era escuro,
você foi paz para o meu susto
E minha luz

Quando eu estava cego,
Era você quem estava perto
Pra me dar a mão

Enquanto estive no deserto,
Senti seus olhos sempre abertos 
A cuidar de mim

Quando a madrugada era longa e parecia não ter fim,
Você veio me dar a certeza
Que não importa o que aconteça
Eu sei pra onde vou

Eu vou pra um lugar onde não há lágrima
Onde não há morte, nem pranto
E ninguém saberá o que é ficar triste ou sentir dor...
Eu vou morar ao lado de Deus. (Apocalipse 21:4)

 
(Autor: Fernando Khoury)
Marcadores: | edit post
Reações: 
1 Response
  1. sheila Says:
    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

  • Ocorreu um erro neste gadget

    :: NEWSLETTER ::

    Cadastre seu email e fique atualizado sobre novas postagens:

    É grátis!

    :: SEGUIDORES ::

    :: ÚLTIMAS ::

    FAÇA SUA PARTE!

    diHITT