:: Uma cruz ou um tridente? ::


“Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno.”
I João 5.19

“Vocês pertencem ao pai de vocês, o Diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira.”
João 8.44


Você está num avião. O piloto olha para o painel . Ele sabe que alguma coisa está errada com a aeronave. Ele – e apenas ele – sabe que, em questão de poucas horas, mais cedo ou mais tarde, o avião irá cair. Ele não pode resolver o problema...e nem quer. Ele não está preocupado. Na verdade, ele está feliz, pois sabe para onde quer levar os seus passageiros. E, por isso, abrindo um sorriso, resolve esconder dos tripulantes o trágico destino que os aguarda, anunciando com uma voz calma, simpática e convidativa:

- “Boa noite. Aqui quem fala é o comandante do voo. Comunico a todos que, a partir de agora, o acesso à primeira classe está liberado. Todos podem desfrutrar de todas as bebidas, comidas e facilidades da primeira classe e fazer tudo o que quiser. Agora a liberdade é completa. É uma cortesia. Aproveitem o voo e divirtam-se à vontade”.

É exatamente isso o que o mundo tem feito conosco. O inimigo de nossas almas nos convida, sutilmente, a fazermos o que quiser em nossa viagem pela vida. Ele só não diz que essa falsa liberdade nos aprisionará para sempre. Ele só não diz que o nosso próximo destino é a morte eterna.

O mundo está fora de foco, porque este mundo está sob o poder de um comandante mentiroso e assassino, que nunca esteve com a verdade (I João 5.19 e João 8.44).  Ele cega nossas visões para o que realmente importa. Ele embaça nosso olhar para que não contemplemos a nitidez do lindo plano que Deus tem para nós. Ele tira o nosso foco de Jesus e dos valores do Reino.

E assim, sem perceber, os valores do mundo são impregnados em nossos corações, como sangue-sugas que retiram de nós os nutrientes necessários para uma vida espiritual saudável, e acabam nos deixando doentes, completamente cegos para a nossa verdadeira missão.

Passamos a priorizar o ter, em vez de ser. O receber, em vez de doar. O “eu quero”, em vez do “ele precisa”. Passamos a buscar a felicidade a qualquer custo, mesmo que isso implique passar por cima de valores éticos e morais. Passamos a valorizar o prazer descompromissado e instantâneo em detrimento do amor sincero e eterno. Gastamos nossos dias, meses e anos buscando o acúmulo de riquezas materiais passageiras, mas nunca separamos tempo suficiente para ajuntar tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem.

Louco! Esta noite te pedirão a tua alma. Quem ficará com o que você preparou?” (Lc 12.20)

"Onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração”. (Mateus 6.21)

Nós não somos desse mundo, mas estamos nele. Por isso, Jesus sempre nos convida a reajustar nosso foco na cruz. Pois corremos o sério risco de estarmos há tanto tempo com a visão embaçada que nossos olhos já podem ter se acostumado a enxergar de forma distorcida uma cruz onde, na verdade, há um tridente.

Fazemos parte de uma geração perdida que, mesmo tendo tudo, não tem nada. Não tem um caminho para seguir, uma verdade para acreditar e uma vida genuína para viver. O mundo está fora de foco. Falta Jesus nessa geração. Falta Jesus em nosso olhar. Desembaçe sua visão. Reajuste seu foco. Relembre-se da sua missão enquanto ainda é tempo.

Por Fernando Khoury
  • Ocorreu um erro neste gadget

    :: NEWSLETTER ::

    Cadastre seu email e fique atualizado sobre novas postagens:

    É grátis!

    :: SEGUIDORES ::

    :: ÚLTIMAS ::

    FAÇA SUA PARTE!

    diHITT